Eternos namorados

Que o encanto do amor não se acabe.
Que a chama da paixão não se apague.
Que os olhares não se percam com o tempo,
Que haja sempre os gestos simples...
O beijo sem aviso, o toque nos cabelos,
O abraço, o desejo de se estar a sós.

A graça do amor, está em se amar em todo tempo, 
Sem exatos momentos...
Está na intimidade que se constrói, 
Na felicidade que não se destrói.
A graça do amor, está em ser 'eternos namorados',
De viver apaixonados; está nos olhares trocados.
Nos sentimentos profundos, mergulhados,
Não rasos, limitados...

A graça do amor está em amar intensamente, 
Sem medo, sem reservas...
Está na ilusão, na imaginação,
De que o amor será eterno.

Nanda Olliveh

Comentários

  1. Uma bela poesia ...Você sabe falar muito bem de amor.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
  2. E quando se ama,tem que ser para a vida esterna.
    O amor é vida!
    Palavras lindas poetiza amiga Nanda.
    Bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada minha amiga! Beijos e mais beijos!

      Excluir
  3. Lindo poema, como sempre.
    Já tinha saudades.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, amiga Cidália, depois farei um post falando da minha grande ausência por aqui. Muito obrigada pela sua presença, me alegra. Um beijo!

      Excluir
  4. O amor, a união, viver a dois, é uma arte. Tem que ter muita afinidade, cumplicidade, compatibilidade de gostos, assim entendo. É um capitulo, um livro a ser escrito. É renuncia em prol do outro, é compreensão, é admiração. É outro único no mundo, bastar-se. É surpreender sempre, sempre, sempre, é uma construção. Não existem formulas, cada um sabe de si, é doação. É basicamente ter prazer em estar do lado do outro. Viver o momento, conviver, deixar-se levar pela corrente, coerente ou não, prazer acima de tudo, satisfação. Gritar por outro você é minha razão, minha necessidade, o sentido no caos nesse mundo tão complicado e assustador, meu refúgio, meu abrigo acolhedor, porto de chegada, tábua de salvação, pra onde ir quando o mundo diz não. Beijos, Nandita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa amigo, você sempre enriquecendo o post, com seus comentários! Obrigada pela presença!

      Excluir
  5. Sim você está amando, e muito, rsrs...
    Achei seu blog entre amigos...Gostei e vou ficar...

    Estou voltando para a blogsfera passeando e deixando meu link nos blogs que sigo...


    Estou repaginando e escrevendo novamente em meu espaço!

    Um prazer estar de volta...

    Bjssss

    https://palavrandoels.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mila querida, fique a vontade! Com certeza lhe farei uma visita. Obrigada!

      Excluir
  6. Adoro quando você fala de amor!!


    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bommmm miga, Bel!!! rs Obrigada pela presença!
      Um beijooo

      Excluir
  7. Simplesmente maravilhoso.
    Assim é amar.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir

Postar um comentário