Ele

... e era assim, ele me queria sempre perto,
E eu... queria sempre ele junto a mim
Como se fossemos apenas um
Dois em um.

Nenhum gesto meu, passava despercebido aos seus olhos,
Minha voz, era como música aos seus ouvidos.
E eu quieta, pensava: ''nunca encontrarei alguém como você''

Com ele, fiz planos...
Cogitei mil possibilidades, de vivermos uma vida plena...
Repleta de amor e muito carinho
Companheirismo....
Como o queijo e a goiabada, sabe?

Só havia sabor, se ele estivesse, ali
Só havia cor, se as suas mãos estivessem entrelaçadas as minhas.
Tudo isso, só porque ele me entendia, com o olhar...
 E adorava a minha carinha de brava.

... e era assim,
Assim...
Porque era amor

Nanda Olliveh

Comentários

  1. Um poema apaixonante Nanda.
    O amor é assim!
    Adorei.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Lindo demais Nanda. Super apaixonante e apaixonado :-) Amei

    Beijos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Você mulher apaixonada,
    planos na sua vida os faz
    o que é bom mais pressa acaba
    nem o tempo de volta mais o traz
    amor que para sempre se afasta!

    Nascida nesse jardim,
    você é uma flor
    de felicidade sem fim
    beija com carinho e amor!


    Tenha uma boa tarde amiga Nanda Olliveh, um beijo,
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  4. "Essa fase do amor é bonita demais" como diz o Emilio Santiago em uma de suas canções. Tudo se coaduna, inundam os dias, as horas de encantamento, um mundo particular só com você é a pessoa querida, o resto gira ao redor, até o sol. A pessoa ocupa seu tempo, seu pensamento, suas horas de alegrias, de tristeza. De tristeza... Na tristeza é seu anjo da guarda, é quem você procura, se recolhe, lhe acolhe, dá colo, aconchego, pra diminuir o medo, seu Rivotril natural. Você é o assunto predileto das conversações, citações. É o exemplo perfeito de como todos deveriam ser feitos, é o melhor dos seus planos, é o sentido de tudo. É a própria felicidade travestida numa pessoa, e a emoção elege, que o coração proclama, a razão aclama vendo o corpo que irradia bem estar por todos os poros. Tudo combina tão bem como numa sinfonia, o dia virá noite, a noite virá dia, o tempo é eterno. Tudo soma, edifica, prospera, gera uma atmosfera favorável, indubitável. Tudo é rima, é métrica, é sinfonia. Os dois como feitos um por outro como feijão com arroz, café com leite, chá com biscoito. Até na brabeza... Carinha de braba nada, é charme, rs. Aí, Nandita, mandando super bem como sempre! Gostei muito! Harmonioso, muito bem construído, com um final surpreendente. E essa musica é lindissimaaaa!!!! Show! \O/. Beijos, princesa.

    ResponderExcluir
  5. E o amor tem uma magia tão especial.
    Lindo poema
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  6. Nanda, hoje venho especialmente para desejar um Natal muito Feliz e um Bom Ano Novo. Que 2017 seja um ano pleno de sonhos realizados, alegrias constantes, amizade e amor sempre presentes, excelente saúde, e incontáveis momentos felizes.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  7. Fernanda Oliveira, boa noite !
    Que belo texto poético !
    É o verdadeiro amor, integração
    total. Parabéns !
    Um carinhoso abraço.
    Sinval.

    ResponderExcluir
  8. Olá,Nanda,obrigado pelo carinho de sua presença em my blog,feliz findesemana,belos dias,beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, Nanda, difícil não lembrar do que nunca se esqueceu, fácil perceber que 'era amor';
    ,obrigado pelo carinho em mi blog, feliz semana,belos dias,beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário