12 de julho de 2016

Saudade

Hoje a saudade apertou, lembrei do seu amor,
Do seu jeito envolvente, envolvendo meu corpo carente.
Lembrei do seu olhar, do poder que ele exercia sobre o meu ser.

Saudades mil, mágicas lembranças,
Intensos momentos que vivenciamos,
E tão romanticamente nos amamos,
Ao som de canções, sob a luz do luar.

Até parecia que éramos únicos, que ninguém mais, nada mais existia...
Como se debaixo dos céus, só houvessem, eu e você...
Feitos um para o outro, almas gêmeas...
Mas... nos deixamos levar pela realidade,
Onde outras pessoas, outras coisas existem,
E sem sentir nos distanciamos...

E do nosso amor, só sobrou a saudade,
E essas lágrimas que insistem em cair dos meus olhos...
Gotas do nosso amor.
                     
Nanda Olliveh
                                              

5 comentários:

Fábio Murilo disse...

Poema novo?! Oba! rs. Ah, tava com saudades. E já que o tema é saudade... Pois bem. Saudade é bom, é ruim, não sei ao certo. Bom na medida que o alguém existe num lugar especifico, concreto, com endereço certo, apenas momentaneamente ausente. Mas, se não, definitivamente separado, ai doí, se ainda nutrimos algum sentimento, se ainda... Como sal na língua, a mingua, como sol em dia de chuva, como só. Perfeito, companheirinha, um super beijo!

Edumanes disse...

Saudade por onde é que tu andas,
porque fugiste para longe de mim
nem ao menos uma carta me mandas
linda flor perfumada do meu jardim.

Foste embora não mais voltaste,
nem ao menos de mim te despediste
aqui me deixaste ficar tão triste
será que de mim não mais te lembraste?

Boa noite e bons sonhos amiga Nanda Olliveh, um beijinho.

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Nanda

Excelente poema, este. Voltaste em grande! Saudades.

Beijo e um excelente dia.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Luciana Souza disse...

Oi Fe
Que lindo! E muito real. O que acontece com a maioria dos casais, no começo tudo é novidade, depois vai chegando a rotina, e a chama vai se apagando.
Adorei. Espero q vc esteja bem querida.
Bjos.

Sara com Cafe disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaa saudade... até podemos sentir na pele, na alma.

abraço profundo.

Visitantes.

Marcadores.

Poema (198) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.