9 de setembro de 2015

O amor...



O amor é o sentimento que nos faz dizer, sim, quando a vontade é de dizer, não.
O amor é o sentimento que cria raízes no coração.
O amor é o sentimento que não avisa o dia, a hora, em que vai lhe tomar por inteiro.
O amor não é um sentimento passageiro.

O amor é a vida em nós, hoje e logo após.
É a cor mais colorida, é a dor mais sentida.
É a felicidade mais esperada, chega sem hora marcada.

O amor? 
O amor é você em mim, menino bandido, que roubou meu coração... 
... e hoje vivo em solidão, amando-o sem razão.
Banido da minha vida, mas morador do meu coração.

Nanda Olliveh

13 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Nanda

Muito bonito, embora um pouco triste. São os mais belos
Amei

Beijinho e um dia feliz

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Edumanes disse...

Porque é tão bom amar,
sem queimar as pestanas
o amor aí para as tuas bandas
apaixonado anda a rondar.

Satisfaz os teus benevolentes,
desejos, não o deixa de você se afastar
agarra-o bem com unhas e dentes
não o deixa tristemente ficar.

O seu o poema, é tão lindo,
por que não me cansei de o ler
os seus lindos olhos gostei de ver
também os seus lábios sorrindo!

Tenha uma boa tarde amiga Nanda Olliveh, um beijinho.
Eduardo.

Élys disse...

Apesar de um toque de tristeza , é lindo o seu ´poema.
Beijos.

Fábio Murilo disse...

O amor são quatro palavras apenas, mas, cabem poemas, alegria, dor, cabe uma convivência inteira ou um instante fugaz que não sai da memória. O amor... Sem o qual a vida seria uma triste lida, os dias se arrastando, se cumprindo a duras penas. Ter alguém ao lado num banco de praça, na rua, é uma gloria, alguém com quem compartilhar pequenas alegrias, conquistas, satisfações diárias, rir de tudo, rir a toa, o mundo pouco a importar, os olhares alheios... As outras pessoas... Se o mundo inteiro se resume a uma só pessoa agora e cabe inteirinho num abraço. E as horas contam outro tempo, o tempo dos apaixonados, sem vontade ir embora, com preguiça de passar. Mais uma superprodução, Fê. Lindo! Gostei! Beijos!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

O amor,não tem explicações para falar sobre ele.
Ama-se e pronto!
Lindo Nanda.
Bjs e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia.

Fê blue bird disse...

O amor tem o dom de nos transformar e também de nos fazer sofrer.
Adorei o seu poema.

Um beijinho amigo

Telé de Carvalho disse...

Bonito...

DE LA VÉRITÉ

Rita Sperchi disse...

Bom dia de domingo ,vim te visitar deixar um
abraço pelo seu carinho, e amizade, mais uma
vez elogiar o que sempre tem de bom por aqui
Que sua semana comece cheia de alegria e muita paz

Bjussss amoreeeeeeeeeee

└──●► *Rita!!

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde querida Nanda..
este sentimento que tem um poder imenso sobre nós..
nos alimenta, as vezes nos deixa famintos...
pq sempre queremos mais e mais ...
mas tudo que o envolve é pureza e esta vem em doses necessárias a nós..
beijos e feliz domingo

APENAS PALAVRAS disse...

O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição. Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor!
Amar não é aceitar tudo. Aliás: onde tudo é aceito, desconfio que há falta de amor.
Linda postagem Nanda... Bj de carinho em seu lindo e meigo coraçãozinho

Lilly Silva disse...

Amiga ( eu podia jurar que já havia comentado nesse post, se sim deleta esse, e eu adquiro a certeza de que tô pirada kkkkkkk )
Suas poesias sempre lindas e inspiradoras, e bem acompanhadas de linda músicas!!!
Beijos

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

Nanda Olliveh disse...

Comentou não amiga! rs

Você não está pirada, fique tranquila!

Beijo!!!

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

Lindo!
O Amor é o sentimento mais delicioso de sentir, de doar, de receber, bom demais Amar.
Um abraço Nanda e muitos dias felizes e amorosos.

Visitantes.

Marcadores.

Poema (196) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.