8 de abril de 2015

Serenidade


Não me agrado do que chega fazendo muito barulho...
Bagunçando tudo...
Gosto do que chega levemente...
Na brisa serena de um belo amanhecer,
No andar preguiçoso da tarde...
Na ternura silenciosa da noite...

... foi assim que o amor lhe trouxe...
Você chegou tão suavemente, que demorei a entender
Que o amor estava presenteando-me lindamente...

Sua calma, acalma-me
Seu jeito de ser faz-me bem...
Aquieta-me e inquieta-me...
Coisas distraídas do amor.

Vontade...?
É o que sinto.
Vontade de abraçar-lhe!
Vontade...?
É o que sinto.
Vontade de olhar em seus olhos
Conhecer o brilho do seu olhar
Segurar em suas mãos...
Lhe sentir pele a pele...
E permitir que nossos sentimentos se revelem.

Nanda Olliveh

14 comentários:

Fábio Murilo disse...

Degustei seu poema bem devagar, por partes... Serenamente, como diz o titulo. Olha... Adorei! Poema que fala de um modo de querer, de esperar a emoção, não como um show pirotécnico a espocar no ar, mas um amor que chegue suave, feito desabrochar de flor nas primeiras horas da manhã, sem assustar. Amor suave como brisa que desliza nas palhas dos coqueiros, amor inteiro que se formou aos poucos, sem pressa, sem desesperar. "Amor que só acontece simplesmente, amor surpreendente, sempre inesperado", amor amadurecido feito fruta no pé, no seu devido tempo, sumarento, sem forçar. "Amor na sua forma mais pura". Com a suavidade de uma pluma caindo, para presentear quem não cansou de esperar. Lindo, Fê, se superou!

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Nanda

Um poema lindo de mais!Parabéns
Beijinhos e um dia feliz

Coisas de Uma Vida 172

Edumanes disse...

Serenidade, não é bagunça!
é sim muita a felicidade
não sei se respondi à pergunta
tua, feita com personalidade.

Bagunçando na amizade,
para você escrevo assim
encontrei num dia à tarde
a mais linda flor no seu jardim.

Com você apaixonada poetisa,
menina morena dialoguei
porque és tão bonita
por ti menina me apaixonei.

A vontade o desejo desperta!
pela seu acarinho obrigado
doutra maneira, não interpreta
na brincadeira está claro...

Pelo mundo perdida!
não vá atrás de um falso beijo
tenha tudo de bom na vida
é o que mais lhe desejo!

Por agora a despedida,
minha, faço com saudades
um beijo para você amiga
te desejo muitas felicidades!

Eduardo.

Nanda Olliveh disse...

Ah, arrasou no poema amigo Edu!
Estou a entender sim amigo, você com suas rimas, passa uma grande felicidade!

Obrigada amigo!

Beijos mil!

Nanda Olliveh disse...

Um comentário inspiradíssimo amigo Fábio!

Obrigada pela carinhosa visita!

Beijos mil!

Nanda Olliveh disse...

Obrigada pela carinhosa visita amiga Cidália!

Beijos mil!

Bell disse...

Lindo!!!!

bjokas =)

Fê blue bird disse...

Mais um poema lindo amiga Nanda.
Quando alguém nos faz sentir bem assim, o amor acontece serenamente.

beijinho com carinho e amizade

Lu Sam disse...

Amor só é amor mesmo quando chega assim bem devagar, nesse suave encantar... porque as paixões nos arrebatam loucamente, mas poucas chegam a virar amor, não é.
Belas palavras.
beijos.

Nanda Olliveh disse...

Obrigada miga Bell!

Beijokas!

Nanda Olliveh disse...

... verdade amiga Fê!

Beijinhossss mil!

Nanda Olliveh disse...

... sim Lu Sam!
Na verdade o amor é algo mais completo, depois de uma grande paixão, um grande amor poderá nescer ou não!

Beijos querida, obrigada por seguir e pelo comentário!

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Nanda..
quando o chegar é suave ele penetra a alma e acalenta..
assim tem que ser o amor e as pessoas que tanto queremos ao nosso lado..
deixar janelas e portas abertas e elas entrarem de mansinho..
bjs e um lindo dia querida amiga

Evanir disse...

O tempo passa só não passa o carinho que
sinto por você.
Fico triste por minha ausência nesse mundo
onde fiz as mais belas amizades.
Estou passando para deixar um carinho
coisa , q sempre fiz a mais de dez anos.
De repente terei ainda oportunidades
de um retorno triunfal de feliz.
Hoje estou aqui para desejar
uma abençoada semana.
Muita paz saúde e alegria em seu viver.
Beijos no seu doce coração.
Da Dinda..
Evanir .

Visitantes.

Marcadores.

Poema (196) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.