31 de dezembro de 2014

Eternidade

E eu vou lhe amar assim.
Ultrapassando as mais altas barreiras,
Deixando para trás medos e anseios.
Quero apenas olhar em seus olhos,
Pela luz do seu olhar, ser iluminada,
Protegida, amada e cuidada.

E eu vou lhe amar assim.
Pedindo a Deus que borde o nosso caminho...
Quero caminhar de mãos dadas com você,
Acreditando que serei para sempre, o seu bem querer.
O meu desejo é que o nosso amor, seja sempre regado com
Carinho e fidelidade.

Que nossas almas se entrelacem...
Que o meu corpo seja seu
Que o seu corpo seja meu
Que sejamos um.
Que o amor que nos uniu, seja eternizado por Deus.

... E eu vou lhe amar assim.
Querendo você a todo momento,
Sem pensar em sofrimento...
Eu vou lhe amar.


Nanda Olliveh

2 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Bonito, amiga Fernanda. Passando por aqui para desejar-te um lindo e maravilhoso 2015.

Fábio Murilo disse...

Medos, receios, anseios, são empecilhos no caminho, são espinhos na caminhada, são percalços, desperdício de vida, obstáculos a inibir nossos passos. Mas quando miramos nossos mais altos objetivos, e desejamos ardentemente, criamos asas, voamos feitos pássaros, ultrapassando barreiras, precipícios, motivados. E lá está o que desejamos, brilhado como uma estrela distante, um sol radiante, além das nuvens, convidativo. Proteger alguém e ser protegido, cuidar e ser cuidado, amar e ser amado, querer e ser querido é um sonho lindo, digno de ser sonhado e realizado. Ótimo, Fê!

Visitantes.

Marcadores.

Poema (196) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.