Pequenices



É incrível como nos pequenices encontramos o que mais necessitamos.
Simplicidade? Essa é a palavra?
Sim... com simplicidade de alma, alcançamos lugares altos!
Voamos nos sós de felicidade, abraçamos o vento e ressoamos alegria junto a ele.
Enquanto uns brigam pelo poder de ser, com simplicidade eu vou sendo sem saber...
Vou desfrutando dos meus pequenices diárias que me alimentam e me sustentam de pé com fé, para lutar e vencer.
Pronta para o combate vou seguindo com um sorriso no rosto, espalhando amor por onde passo, deixando rastros de alegria...
É isso!
As minhas pequenices me alegram dia após dia!

Comentários

  1. Bom dia amiga Nanda,a simplicidade está em tudo.
    Bjs amiga e obrigada pelo comentário lá no meu poema no evento do Viviani e no meu blog.
    Você é um amor de amiga.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Nanda

    é nas pequenas coisas que a felicidade se esconde.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. É minha amiga, nas pequenas coisas estão os grandes pensamentos! abração

    ResponderExcluir
  4. A simplicidade é que nos faz caminhar com mais segurança.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde querida Nanda..sempre uso esta palavra pois é nela que toda a nossa essência esta.. pena que muitos não a busquem de fato..
    obrigado pelas tuas palavras ..
    ficou bem bacana o blog né..
    mas não fui eu viu srrs
    eu não sei fuçar nessas coisas..
    sobre o livro.. este que tu citou é o meu primeiro..
    tem poesias simples.. e o nome era o que de fato ainda bate na minha cabeça... questoes de amor.. como muitos seres não é..
    este e os demais livros estão todos na antologia..
    qualquer coisa me contate..
    pois a vcs que fiz o soneto mandarei o manuscrito junto..
    bjs e um lindo dia poetisa

    ResponderExcluir
  6. Um poema de pequenices,
    escrito com carinho e amor
    com traquinices e meiguices
    tem nele o perfume duma flor.

    Com o pezinho no chão,
    dentro do sapatinho
    com caneta e papel na mão
    nos lábios deseja um beijinho.

    Com a saudade no pensamento,
    voltará com as nuvens noutro dia
    dos seus lábios voou no vento
    um lindo sorriso de alegria!

    Boa noite e bons sonhos amiga Nanda Olliveh, um beijo.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  7. De repente a gente é que complica a vida. Legal, Fê.

    ResponderExcluir
  8. Talvez por termos o mesmo nome partilhamos o mesmo gosto pela simplicidade :)

    E não são pequenices são pensamentos bem grandiosos.

    beijinho

    ResponderExcluir
  9. A simplicidade é tudo em nossas vidas!
    Lindas palavras.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  10. A inspiração fugiu de mim, por isso estive ausente por uns dias...
    Sei que tenho muitas visitas a fazer e pretendo rever com calma todos os blogs que amo.
    Por enquanto, passando para justificar a minha ausência por aqui.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  11. Olá, Nanda! Anda sumida, minha cara?... A pequeninez, nem sempre, mas quase sempre, dependendo quem seja e do que faz, é sinônimo de humildade e ser humildade ratifica a virtude de ser grande, em outras palavras, adorei o teu poema!

    ResponderExcluir
  12. Querida e doce Poeta,
    Assim como você, acho que a felicidade maior esta em tudo de simples que a vida nos oferece, e que por vezes, por ser tão simples acabamos nem percebendo...O que é simples me encanta a alma e o coração e é na pequenez que tudo se faz grande.
    Anda sumidinha doce menina...Estava com saudades de você e de suas escritas...Some não viu, sinto sua falta...
    Deixo beijos e abraços com muito carinho.
    Marilene

    ResponderExcluir
  13. Concordo com o Vivian, de que é a humildade e simplicidade que nos torna grandes, especialmente se à nossa passagem tentamos oferecer alegria e compreensão aos outros, de amor no fundo. Nunca se é totalmente, vai-se sendo, devagar e sem atropelar ninguém.
    Gostei de ler as tuas palavras inspiradoras, Nanda!
    xx

    ResponderExcluir
  14. Passando para deixar meus parabéns e
    elogios pq vc é minha poetiza que adoro
    Um bjão no seu core minha Fernandinha linda
    te adoro

    Rita!!

    ResponderExcluir
  15. Olá amiga Nanda!

    Até que enfim te encontrei, eu tive que refazer o blog Nanda.
    Concordo plenamente com você, a simplicidade é melhor do que arrogância, a vida é tão breve, por isso devemos no atentar para as coisas que edificam a alma e o coração.

    Amiga, saudades de ti, não estou entrando no Face devido as circunstâncias que estou passando no momento. Eu tive que refazer meu blog, não é a primeira vez que recomeço, mas não desisto.

    Vou pegar o link seu para não te perder de vista, nem sei se te sigo neste blog, ando com tanta coisa para resolver que até esqueci.Vou verificar agora.

    Beijos e afagos na alma.Nati

    ResponderExcluir
  16. Nanda..
    Gostei de ler sua postagem .
    Na vida precisamos de tão pouco para viver,
    não precisamos de muito .
    Nas pequenas coisas encontramos luxo , simplicidade e amor.
    Beijos menina querida.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  17. Olá Nanda, minha cara amiga, boa tarde!
    Comunico que fiz o encerramento do 2º Prosas Poéticas e lhe trago o meu agradecimento por sua honrosa participação; vá ao blog e veja a mensagem que lá deixei.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário