Nos braços do amor


Tudo fica blue quando se tem em quem pensar...
As ideias voltam para o lugar...
O coração acelera, ɑ alma se aquece...
Um amor uma felicidade uma saudade... nasce no peito...
ɑ gente fica assim... meio sem jeito.

Bate o desejo de querer estar junto de quem se um,
Ouvir murmúrios de amor o pé do ouvido...
Estar nos braços do ser amado,
É como estar mergulhado nas profundas águas do amor...
Onde não se pede silva vidas, mas deseja-se ir mis fundo...
Descobrindo os secretas formulas do amor,
Guardadas nas profundezas desse mistério que é amar.


Ah... Como eu preciso estar nos braços do amor...
Envolver-me em sua ternura, sem salvação...
Sem ter que pedir perdão...

Porque o amor é maravilhoso é
Divino encanto... fascinação.

Nanda Olliveh

Comentários

  1. Nanda, nem mais, o amor é fascinação e sempre deve ser alvo de emoção, O amor sempre merecerá ser sublimado, para que nunca seja vivido na ilusão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. O amor é essa fascinação que nos deixa embevecidos em loucuras e paixões.
    Lindo amiga Nanda.
    bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Olá Nanda
    Que maravilha de poema... O Amor é lindo, quando é correspondido. ADOREI.

    beijos
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  4. Minha linda amiguinha do meu core e quem
    não quer estar entre os BRAÇOS do Amor
    Cheia de romantismo escreve para o coração

    Bjuss de bom final de semana de chuva

    Rita!!!

    ResponderExcluir
  5. Nanda,muito lindo seu poema: romantico e apaixonado! bjs,

    ResponderExcluir
  6. Nanda, não recebeu o meu e-mail? Estou aguardando que envie seus dados e textos. Não posso esperar mais! Por favor, mande hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo realmente não vi... Mas acabei de enviar tudo direitinho.
      Agradeço a paciência!

      Beijos!

      Excluir
  7. Belo poema, Fê, na melhor tradição da poetisa. Fica tudo azul, como diz, "O amor é azul", é o que afirma também Djavan, um dos maiores compositores românticos da nossa musica. O amor é azul, é vermelho, é um arco-íris inteiro. Além do aspecto visual tem cor e sabor, tem odor, odor de rosas. Estar junto de quem se ama é tudo, é um mundo de felicidade, é a eternidade num instante. É como mergulhar num mar de peixinhos coloridos e não mais querer voltar, onde tudo é silêncio, paz, flutuar. Os braços do ser amado são laços que nos enlaçam gradativamente, como uma planta a enramar na outra numa simbiose perfeita, onde as duas não perdem nada, somadas, só passam a ganhar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário