13 de junho de 2014

(...)


Não me envergonho de nada que escrevo.
No dia que isso acontecer... terei vergonha de mim mesma.

Nanda Olliveh

Um comentário:

Beatriz Bragança disse...

Querida Nanda
O que escrevemos é um pouco o espelho da nossa alma.Se não nos importamos de partilhar o que sentimos,isso pode ser até muito benéfico para quem lê.
Um beijinho
Beatriz

Visitantes.

Marcadores.

Poema (196) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.