Delicadeza

Eu quero toda delicadeza do teu amor.
Quero sentir a leveza de teus dedos acariciar-me.
Quero sentir a doçura de teus lábios ao encontrar os meus 
Num profundo encontro de almas.

De dois seres que se procuram entre a multidão
Entre dois seres que procuram um amor
Um amor que faça feliz o coração.

... Nesse exato momento em que tu sonhas com meu olhar
Estou também nesse exato momento a sonhar
Sonho e posso ver o brilho do teus olhos.

 Fecho os olhos nesse momento
E posso sentir o calor do teu abraço
Sinto a quentura do teu corpo
Ouço teu sussurrar em meu ouvido
Falando-me que valeu a pena ter me encontrado.

''Eu sei que vamos nos encontrar.
Porque o amor marcará esse encontro,
E eu sentirei toda a tua delicadeza.''

Nanda Olliveh

Comentários

  1. Mas ficou lindo, hein? Esse é o amor... com sua delicadeza toca fundo, profundo e se instala entre os namorados. Adorei mesmo. Showwwwww! beijossss

    ResponderExcluir
  2. Essas coisas do amor são assim mesmo, Fernanda, não tem hora marcada, pode acontecer nos lugares mais imprevisíveis, mais inusitados, mais inesperados, com as pessoas menos imaginadas. E uma vez acontecidas, requerem zelo, cuidados extremados para não se machucar a quem se gosta. E a de se cuidar da relação diariamente através de pequenos gestos de delicadezas, o combustivo, o alimento da relação. Em algum lugar há alguém, talvez a cruzar diariamente o nosso caminho sem o percebermos, sem o olharmos ainda com os olhos da paixão, por não nos envolvermos, não despertamos para os seus sinais... Apenas mas um na multidão de anônimos, de pessoas iguais, esse ser surpreendente cheio de delicadezas e encantos está ali a esperar por nos, na medida perfeita de nossas ansiedades e necessidades.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Fernanda

    Tão bonito... O Amor não tem hora para acontecer..simplesmente acontece!

    Adorei

    Beijinho

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Que encanto poder sentir o calor de uma abraços, mesmo a distância! abração

    ResponderExcluir
  5. oi Fe

    Ninguém pode explicar os mistérios do amor.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Fernanda querida
    Muito bom e poder encontrar um amor todo delicadeza! Sem isso, nada e(verbo ser) a mesma coisa!
    O amor,com todos os seus meandros,continua a ser uma coisa maravilhosa!
    Parabens,minha poeta delicada!
    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderExcluir
  7. Fernanda, o próprio poema emana delicadeza. Delicadeza por força, atrai delicadeza. De qualquer modo, o amor deverá nascer de delicadeza.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Encontrei o amor onde nunca imaginava estar, nos gestos bruscos de quem não sabia pedir perdão, nos braços que mal sabiam abraçar, na boca que não sabia dizer palavras tão bonitas e onde menos esperei, ali o amor encontrei e me perdi de amor....

    Lindo poema Fernanda! Não deixemos morrer o amor que há dentro de nós....

    ResponderExcluir
  9. Ola Fe,
    Um amor delicado.... ja cantava nosso caetano.!
    seu poema mostra que seja onde for ele precisa e necessita ser leve.
    Lindo demais. Adorei.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Fernandinha lindinha sempre romantica pena
    que quando a gente quer não tem com quem
    dividir o que sentimos, elogios sempre minha querida
    mostre a todos o que de bom vc tem dentro de vc
    Bjãoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde Fernandinha Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ!

    Linda sensibilidade poética. É magnifico, se encontrar com os abraços calorosos do amor, e poder sentir toda ternura e magia. Um amor assim, é o sonho de todos nós, que almejamos nos encontrar na vida de alguém.

    Abraços linda,
    Dan
    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá Fernanda,lindíssimo poema,o amor está sempre no ar.
    Obrigada Fernanda pelo carinho.
    Te desejo um lindo dia,beijinhos.

    ResponderExcluir
  13. Amiga Fernanda, que poema mais lindo e delicado.
    E que bom é estar aqui.

    beijinho

    ResponderExcluir

Postar um comentário