26 de novembro de 2013

Vontade de Você

(...) Eu e a vontade de você.
A vontade de lhe ter...
A vontade de fazer seu corpo me pertencer.

Queria lhe ter nem que fosse agora por alguns minutos...
E quem sabe por horas,
Intenso sentimento que o meu coração devora,
Queria poder lhe dizer
Vem, não demora.
Porque eu preciso lhe ter agora.

Preciso lhe sentir, sua voz ouvir.
Abraçar-lhe, lhe beijar...
Deixar nossos corpos se encontrar
Como a areia e o mar.

Queria sentir a pulsação do seu coração
Entregar-lhe a essência da minha paixão...
Queria lhe amar ao som de uma canção,
Para me tocar... lhe dar permissão.

Deixar o amor, o desejo e a paixão...
Causar em nós uma grande erupção.
Porque eu tenho certeza amor...
Que nossos sentimentos são tão intensos,
Que seriam capazes de causar em nós uma grande explosão

Uma explosão de amor, desejo e paixão!
Tudo isso porque eu tenho...
Porque eu tenho...
''Vontade de Você''

Nanda Olliveh

19 comentários:

Nilton Junior disse...

Lindo...forte...intenso...

*** ZIZI *** PARA OS AMIGOS!!! ### disse...

Que menina mais inspirada! Seu poema como sempre maravilhoso e
cheio de amor!
Beijinhos até o infinito...

Ives disse...

A paixão é assim, intensa, profunda, verdadeira também! abraços

Cidália Ferreira disse...

Bom dia

Simplesmente Divinal...Parabéns.

Beijinho

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Bell disse...

Eita amor gostoso rs...

Lindo!!

bjokas =)

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Que vontade mais apaixonante!
Lindo poetar amiga Fernanda.
Obrigada pela visita e comentário.
bjs
Carmen Lúcia-mamymilu

ᄊム尺goん disse...

[e viva a intensidade!]

beij0

✿ chica disse...

Vim agradecer o carinho pelo niver! Hoje só isso posso fazer!

Correria das boas, que vale a pena! beijos, obrigadão,chica

Larissa Marilia disse...

Seu poema está mais do que perfeito!
Muito intensa as suas palavras, uma verdadeira declaração de amor!
Beijos
http://aspoderosas1.blogspot.com.br/

Daniel Costa disse...

Fernanda, consegues traçar um poema com muita intensidade. Mais parece um apelo de sentida sensualidade a se cruzar. Assim sempre tornas o poema muito bonito, a proporcionar bons momentos de leitura poética.
beijos

Élys disse...

Um poema lindo onde a sensualidade aparece com muita beleza.
Beijos.

Gracita disse...

Oi filhotinha
Lindo e intenso seu exuberante poema de amor.
Beijos com carinho e saudades
Tua mãezinha
Gracita

MARILENE DOMINGUES disse...

Olá doce poeta, boa noite!
Desculpe menina a minha ausência, é que o tempo anda me faltando e muito.
Belíssimo e intenso poema de amor, entrega e paixão. Como sempre, chego até aqui e fico extasiada com as suas escritas. Parabéns sempre pra você.
Beijos com muito carinho e saudades.
Marilene

edumanes disse...

A menina está tão triste
O que terá acontecido
Será que o amor não existe
Ou ela o terá perdido?

Manda embora essa tristeza
Nunca digas não à vida
Repara bem na tua beleza
No amor e na felicidade acredita!

Não há melhor do que a vida
Para se amar e ser amado
Não chora menina bonita
Vai ao encontro do teu namorada!

Obrigado amiga Fernanda Oliveira
Pela tua visita, amigos para sempre
Continuaremos na brincadeira.
Boa noite, um beijinho
Eduardo.

nelma ladeira disse...

Olá Fernanda,eu comentei que vou ficar ausente dos problemas que escrevi abaixo.
Desculpe se eu não soube me explicar.
Obrigada pelo carinho.beijinhos.

Anne Lieri disse...

Poesia de amor mais que linda! Adorei,Fe! bjs,

Sandra Veneziani disse...

Olá, vim visitar teu cantinho e te oferecer: o o cartão de Natal do Toque, o cartão de 700 seguidores.Te agradecer por fazer parte desta historia encantadora.
Com o meu toque de carinho e amizade-San

Fábio Murilo disse...

"Porque eu tenho vontade você", bonito desfecho. Qual é melhor as desventuras da paixão ou a paz de uma relação apática, onde não mais... Seres humanos sempre insatisfeitos, buscamos o outro para depois, descobertos todos os caminhos, todos os atalhos, todos os recantos inexplorados, cairmos na apatia no desencanto. E procurarmos, novamente, as emoções dos primeiros dias, o frio na barriga, a ansiedade da espera, as primeiras gentilezas, os risos frouxos e fáceis. O outro em guja ausência não há outro e o mundo se torna um imenso vazio, um silencio desesperador, maa vida sem cor, sem porque, sem sentido.

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

Beatriz Bragança disse...

Boa tarde,minha doçura
Quanto amor! Quanta paixão! O seu poema é uma bela declaração de amor! E o que seria da vida sem o Amor?!!!
Muitos parabéns
Beijinhos
Beatriz

Visitantes.

Marcadores.

Poema (196) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.