Fim da linha


Sei que é muito triste a despedida...
Mas terei que partir.
Com o coração despedaçado, machucado.
Logo eu que acredito tanto no amor...
Sinto essa tão grande dor.
Uma dor que não cabe no meu peito...
Uma dor que precisa ser curada, pra que eu  possa seguir feliz.
A felicidade sempre foi tudo que eu sempre quis.
Todos os erros e acertos foram pra encontrar uma suposta felicidade.
Eu juro que não pedi pra nascer com um coração tão sensível, tão disposto a amar.
Um coração que quer ser poeta o tempo todo, que ama a todos.
Mas hoje me encontro muito desiludida, até sem saber o que vou fazer da minha vida.
Escolhas que terei que fazer, e sei  que vai doer.
Talvez eu tenha mesmo que parar de sonhar e aceitar a realidade.
A realidade que um dia eu mesma escolhi.
Não sei... Só o tempo irá dizer.

Só espero que as lágrimas que hoje caem em meu rosto, sejam sementes...
E que delas brotem flores de felicidade para alegrar e colorir a minha vida,
Que anda tão cinza.
Só espero que passe logo esse inverno,
 E que chegue o verão para aquecer meu poeta coração.

Nanda Olliveh

Comentários

  1. Que belo poema mas muito triste Fernandinha! Tudo passa!
    Viva, viva isto é o que importa!
    Beijinhos amoreco...

    ResponderExcluir
  2. O teu poeta coração
    Ele está no lugar certo
    Partir não podes não
    Dizer-te eu quero
    Que não tens razão
    Para fazeres isso
    Me dá uma explicação
    Para ver se eu acredito
    Que seja só brincadeira
    Tu é que sabes te digo
    Amiga Fernanda Oliveira.
    Se partires triste fico
    Sem as tuas poesias ler
    Sou teu virtual amigo
    Sem elas não sei como fazer
    Espero que seja falso aviso
    Não me deixes por elas a sofrer.
    Esse teu lindo, mas triste poema
    Quando o estavas a escrever
    Despedida, triste tema
    Fica, partir não te quero ver!

    Boa noite, bons sonhos
    e um beijo para você
    amiga Fernanda Oliveira.
    Eduardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo você desvendou meu poema hein,rs... O poema que escrevi era realmente uma despedida, só que algumas pessoas me pediram pra eu não parar, ai tirei o comunicado formal e deixei somente o poema.
      Estando só agora, eu fiquei a pensar se eu encontrarei ainda alguém que ame igual eu, esse amor tão intenso... e se eu não encontrar e melhor eu parar de sonhar e enfrentar a realidade...
      Nota 10 pra você!!!
      Comecei a estudar música também, por isso estou meio devagar nas visitas...

      Beijos amigo!!!

      Excluir
  3. "Escolhas que terei que fazer e sei que vai doer..." É realmente isto que estou vivendo... Obrigado por compartilhar palavras tão lindas e poéticas, afim de acalentar nosso coração. beijos!
    http://aspoderosas1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi minha linda amiga,que tristeza é essa?
    Espero que seja somente ficção.
    Estive ausente,por falta da internet e vejo esse seu
    poetar tão triste!

    bjs amiga
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogsppot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi só um sentimento que passou, pelo que acabei de passar amiga Carmem, mas com certeza terei a chance de refazer a minha vida, e realmente eu não quero retornar a vida que tinha antes...
      E pra nós que temos um poeta coração, tudo nos serve de inspiração,rs
      Mas já estou bem, é que a vida nos dá cada baque né?

      Beijos minha amiga linda!!!

      Excluir
  5. Boa noite Fernanda.. a palavra fim não deveria existir.. ela nos limita tão pouca coisa, como se não fossemos capazes de continuar tendo esperança e buscar sempre mais.. ficou muito gracioso de ler.. bjs linda noite amiga

    ResponderExcluir
  6. Fernanda, não entendo de repente esta tristeza toda, você escreve lindamente, espero que tudo que estás a sentir seja muito passageiro.
    Desejo-te todo o bem do mundo, mas realmente ter alma de poeta e amar todos, não é fácil.
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miga Laura foi um momento de tristeza sim, mas já passou...
      Vida nova e seguirei em frente feliz da vida!!!
      Há coisas que nos fazem tanto mal, que o melhor que fazemos e seguir sem...

      Beijos!!!

      Excluir
    2. Há coisas que ás vezes parecem ser muito más para nós e depois passado algum tempo, vemos que foi o melhor.
      Um grande abraço e não desanimes!
      xx

      Excluir
    3. Obrigada amiga pelo carinho!!!
      E com certeza estar aqui com vocês é algo muito bom na minha vida...

      Beijos no coração miga Laura!

      Excluir
  7. Fernandinha, mais uma vez venho te elogiar
    por todas palavras bonitas que vc escreve
    Seja ela de amor, reflexão, tristezas, tem sempre
    um toque de mágia...então minha querida desejo
    muito sucesssoooooo, pq quero ver vc feliz sempre

    Abraços cheinho de carinho pra vc

    ___________Rita!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga Rita eu agradeço por você ser tão amiga...
      Você de longe consegue sempre estar presente na minha vida.
      Te amuuuuu

      Excluir
  8. BOA NOITE MINHA MENINA !
    O POEMA É NOSTÁLGICO MAIS CHEIO DE VIDA E AMOR ...INSPIRAÇÃO MIL...
    BJS DE BOA NOITE !

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Fernanda...
    Lindo....Mas muito triste!!! Ninguém escolhe a felicidade...mas ás vezes são precisos tropeços para que saibamos o que queremos......Adorei ler!
    Desejo que o teu coração fique feliz rápidamente.

    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  10. oi Fe

    Por desejar ser feliz, já errei muito, já perdoei erros imperdoáveis. Mas tudo isso me fez uma pessoa melhor, mais humana e justa.

    E que a felicidade nos alcance não importa onde estivermos.
    Esse é meu desejo para nós.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga Bell, tenho certeza que algo de muito bom Deus tem preparado pra mim...
      Beijos!

      Excluir
  11. Fernandinha quando puder por favor comente o meu último post! Vc vai entender porque estou te pedindo quando ler!
    Xerinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga Zizi... vou lá sim... Olha agradeço sempre seu convite amiga.
      Obrigada pelo xeirinho,rs

      Beijos em seu coração!

      Excluir
  12. Olá doce poeta! Lindo, mais muito triste seu poetar de agora...Não quero saber dessa doçura toda envolvida em tanta tristeza. Sei que a vida nos prega peças e mexem com nossos sentimentos, mas tudo isso faz parte, para que possamos crescer e aprender...Desejo minha querida que tudo passe rapidamente e que você volte com essa meiguice que é nato em você...
    Beijos com carinho em seu lindo coração.
    Marilene

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho amiga Marilene... Suas palavras hoje trouxeram paz ao meu coração,me dando a certeza de que seguirei vitoriosa.

      Beijos com meu carinho!!!

      Excluir
  13. Um poema forte, carregado de melancolia e nostalgia, mas que bem expressa a capacidade poética da Fernanda, numa bela construção.
    Mas que dói, isto não se pode negar, pois a gente entra no poema amiga.
    Um carinhoso abraço de paz e luz.
    Bjo.
    Prossiga na poesia com esta graça.

    ResponderExcluir
  14. Tudo tem seu tempo minha amada em cristo Jesus, quantas vezes precisamos ir e vir nessa estrada da vida. Mas amiga, cada vez que partimos e voltamos crescemos ainda mais, infelizmente mais ainda com as dores. Apenas confie que o melhor de Deus tem separado pra cada uma de nós vai se cumprir. Os sonhos????? Acho melhor ficarmos naqueles que Jesus sonhou pra nós....fica na paz.

    ResponderExcluir
  15. Fernanda. Bonito demais seu poema,apesar de triste.

    Partir é sempre penoso.Mas novos caminhos se abrem.

    Beijinhos

    Dryka

    ResponderExcluir
  16. Oi Fernamda,
    Lindo e triste.
    Mas tudo tem um tempo e acredito que os dias cinzas chegam para nos
    mudarmos as cores e coloca-las como nos quisermos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Amiga Fernanda

    Quem crê é só esperar porque nunca fica só, tem sempre por companheira a esperança a preencher, a acarinhar os seus dias. Dias que poderão até vir a ser melhores.
    Beijos de amizade

    ResponderExcluir

Postar um comentário