(...)

(...)
''Não envergonho-me de nada que escrevo. No dia que isso acontecer... Terei vergonha de mim mesma.'' Nanda Olliveh

Amigos do Blogger

24 de julho de 2013

Eu era diferente


Enquanto tudo acontecia, eu fazia poesia.
Uns jogavam futebol, outros tomavam sol.
Uns na urgia, outros na igreja
e eu, ora veja, escrevia poesia.
Enquanto uns pregavam a paz
e outros diziam ''tanta faz''
e mais outros viviam qualquer ilusão,
eu vivia de inspiração.
Girava o Universo... eu tramava mais um verso.
O dia amanhecia... lá vinha poesia.
Perdia o sono na madrugada... Ficava triste não,
era sinal de inspiração.
Eu era diferente...
indiferente ao que via naquela gente.
Os conflitos, as paixões, as alegrias e desilusões
para mim nada valia.
Só me interessava as rimas que de mim fluíam.
Uns sonhavam com a riqueza, outros choravam a pobreza
e eu amava a beleza da minha única fantasia:
Escrever poesia!

''Mudar sem perder a essência é tão raro quanto belo! ''

Visite o Autor
Clik em 
Amigo

18 comentários:

  1. Bom dia amigos e amigas...
    Espero que gostem da poesia de hoje!
    Eu me identifiquei bastante com ela...

    ''Enquanto tudo acontecia, eu fazia poesia.''

    Beijos a todos!
    Desde já agradeço pela carinhosa visita!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Fernanda Oliveira

    Sem dúvida um poema maravilhoso que vendo bem muito nos faz pensar.
    Uns lutam, guerreiam, sorriem da alegria ou choram da desgraça, enquanto que, outros fazem poesia

    Lindo

    Fique feliz

    Deixo um abraço de um Santo dia
    *****************************
    Querendo, visite(m)-me ...Obrigado

    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Adorei e Carlos é sempre inspirado! beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Fernanda..
    Lindo lindo
    Encontrei-me também em alguns pontos
    Gostei de ler, parabéns

    beijinho
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Bom dia!!!
    Tocante poesia!
    Tocante pelo desejo de descrever o amor pela poesia, não importanto o que acontece a sua volta!
    Lindo demais!
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir
  6. Uma linda e autentica poesia! abraços

    ResponderExcluir
  7. Enquanto tudo acontecia
    Eu pensava em ti
    Teus lindos olhos não via
    No caminho me perdi.

    O sol não vinha
    Não havia luar
    Vontade não tinha
    De caminhar.

    Te fiquei esperando
    Toda a noite no escuro
    Continuo imaginando
    Como será o futuro.

    Vai-te embora tristeza
    Deixa comigo a alegria
    Maravilhosa proeza
    Te encontrei com a poesia.

    Fantasia enganosa
    Dessa não gosto não
    Um vida harmoniosa
    Vivida com paixão!

    Bom dia e um beijo para ti,
    amiga Fernanda Oliveira.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  8. Carlos Menino Beija-Flor é já em si um nome muito poético!
    Adorei o poema, e quem tenta escrever poesia consegue rever-se muito nestas lindas palavras.
    Obrigada por dares a conhecer poemas, que para mim são totalmente desconhecidos.
    x

    ResponderExcluir
  9. Querida Fernanda

    O poema te idêntica mesmo bastante, que perdoe o autor. Mas até certo ponto, o tive como teu, depois começaram a surgir pormenores que me indicaram o contrário. Porém continuei a ver no poema o teu jeito.
    Parabéns a autor e para ti pela boa opção.
    Beijos de amizade

    ResponderExcluir
  10. Boa dia filhota amada!
    Uma belíssima poesia repleta de sensibilidade e melodia.
    Você escritora é a artista que interpreta a vida através da arte. É quem borda com caligrafia dourada a emoção encadeada em cada verso, em cada palavra. Parabéns escritora pelo teu dia!
    Beijos com carinho
    Gracita

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde Fernanda.. só o primeiro verso já identifica a todos nós que compomos.. eu tb era assim e ainda sou..
    já deixei de fazer muita coisa para estar com uma caneta e uma folha em branco.. e sinceramente eu não me arrependo.. tenha um lindo dia minha amiga.. bjs

    ResponderExcluir
  12. Quanta gente bacana comentando meu poema que gosto tanto. Graças à essa menina inspirada, grande amiguinha que a poesia me deu. Obrigado, você é um anjo bom. Beijos, amiga.

    ResponderExcluir
  13. Minha querida

    Uma linda homenagem a um poeta que eu admiro muito e que ainda por cima é um poeta que eu adoro ler. e de quem sou seguidora e amiga.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  14. Que poema lindo adorei!

    Fernanda vc anulou o seu voto meu anjo, pois votou na minha poesia e logo após na do Carlos.O que aconteceu? Se votasse na dele eu iria entender claro, cada um se emociona de uma forma!

    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  15. Fernanda. Dificilmente já li um poema tão lindo!

    Quem nasceu com o dom de poetar é exatamente como ele descreveu.Passei e passo por isso.

    Deu certo mesmo o que lhe expliquei via email.

    Obrigada pela visita


    Beijos e ótima sexta

    Donetzka

    ResponderExcluir
  16. Oi Fernanda!

    Um dom tão especial...Amo poesias sempre viajo na imaginação dos poetas.

    Parabéns ao autor dessa linda poesia

    Minha linda, obrigada pelo carinho da visita!

    ResponderExcluir
  17. Bom dia de sábado!!
    Fernandinha meu doce de amiga, seus poemas
    ou de amigos será sempre bem vindos por aqui, vc é muito especial ,e esse é divino eu adorei, se puder venha almoçar comigo tá bom, e continue assim linda como sempre
    Um abraço com carinho
    Bjuss
    ____________Rita!
    (¯`v´¯)
    `·. ¸.·´
    ☻/
    /▌

    ResponderExcluir
  18. Olá,
    Poema profundo que nos faz refletir, o mesmo tem enorme beleza.

    Bom fim de semana


    ag

    ResponderExcluir

Postagens populares

(...)

(...)
''... E que os meus pés caminhe sempre pelo caminho da verdade. E que nunca me falte no coração a humildade...'' Nanda Olliveh