Meu lugar



E quando só o silêncio me restar, e a noite cair.
Estarei pensando em ti
Pensando em tudo que vivemos
Em nossos preciosos momentos...

E mais uma vez na doce esperança te ter aqui junto a mim,
 Irei submergir...
Na doce lembrança de outra vez te amar...
Irei navegar... Navegar em sonhos
Pois só assim me recomponho,
Volto ao meu lugar.
Pois o meu lugar é ao teu lado.

E nessa viagem fascinante verei de novo o teu sorriso,
 Sentirei o teu amor que me fez alcançar o infinito,
Que me fez um dia achar que nenhum mal poderia me alcançar...
Ah, o teu amor... Meu protetor!
Ah, o teu amor... Sempre querendo me amar!
Sempre querendo correr...
Correr para mim como as águas correm para o mar
Sempre querendo um carinho sem fim... Em mim desaguar.
E cada vez mais eu percebo, compreendo, entendo...
 Que ao teu lado é o meu lugar.

Não, não quero só lembranças, esperanças...
Chega de saudade...
Eu quero realidade!
Quero você de verdade.
E antes que o sonho se acabe, e você se vá...
Deixa-me lhe dizer que...

Eu quero te amar!
Pois ao teu lado amor...
É o meu lugar.

Nanda Olliveh

Comentários

  1. O lugar melhor é ao lado do amado! LINDO! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia!!

    Parabéns pelo belo poema.

    abraços
    Sinval

    ResponderExcluir
  3. Oí amiga,que bom estar aqui e ler esses versos maravilhosos.
    Você também é demaissssss em seus poemas apaixonantes.

    bjs amiga Fernanda.

    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Que beleza de Poema,..
    Adorei.
    beijinho e bom fim de semana.

    visitem:http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/2013/06/porque-foges.html#comment-form

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Fernanda, muito bela a frase teu amor querendo me amar... mostra a força desse sentimento que nossa alma tanto alimenta...bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá!Boa noite

    Muito lindo mesmo!
    eu aprendi que , no amor , o que é seu vem com o tempo, e o que não é, vai com ele...
    Devemos sentir um frio na barriga quando acordamos - e não encontramos o amor ao lado - Por alguns segundos,dá desespero, pensamos que partiu, mas logo damos conta que foi mais um sonho, como tanto os outros.E ele/ela logo voltará...
    Obrigado pelo carinho de sempre
    Belo domingo
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Para amar, deixamos de lado orgulhos e vaidades, egoísmos, desejos de poder...quando percebemos que amar e fazer bem a quem amamos importa muito mais do que as vãs buscas mundanas...
    No seu poema tão belo, vemos toda a beleza de amar!
    Um grande beijo, que Jesus te proteja sempre.

    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  8. Lindo demais,Fernanda! Você sabe poetar sobre o amor de uma forma linda,delicada e única!

    O que posso mais dizer?

    O que repito sempre: È uma poeta e das melhores!

    Obrigada pela visita e um domingo de paz e amor


    Beijos


    Donetzka

    ResponderExcluir
  9. ...quando amamos e somos correspondidos
    na mesma intensidade, passamos uma temporada no céu!!!

    (e que seja infinito enqto durar)

    beijo

    ResponderExcluir
  10. Oi Fê
    Dizer que seus poemas são lindos, é chover no molhado! Adorei querida!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  11. Olá Fernanda,o que dizer aqui que outras já não tenham dito, você é perfeita quanto ao traduzir o amor seja ele de qual forma for...amo estar aqui e ler as suas escritas...Parabéns Menina Poeta...Aproveito para dizer que tem um selinho lá no blog pra você...
    Beijos com muito carinho

    ♫•*(¯`v´¯) ¸.•*¨
    *◦.(¯`:☼:´¯) Linda noite pra você!!!
    ..✿.(_.^._)*•.¸¸.•*`*•.¸¸✿
    Marilene

    ResponderExcluir
  12. Olá Fernando lindo poema.
    É tão gostoso amar!
    Vim agradecer o seu comentário.
    é sempre bom saber que pessoas como você está sempre presente.
    Volte sempre beijinhos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Fernanda! Cada relação que temos pode ser comparada a uma viagem para o passado, o futuro e para as lateralidades. Seu poema é uma viagem fantástica e nada faz a mente correr solta como o amor.
    Um abraço e tenha boa semana!

    ResponderExcluir
  14. Ah, que doçura de versos, que candura, moça. Um desejo puro, sincero, autêntico, tocante! Um ser saudoso de outro ser, que vem a ser seu porto seguro, luz no escuro, quando a vida lhe maltrata como as madrastas dos contos de fadas é bom ter um abrigo, alguém com quem contar além, é só pensar, quem sabe... Um abraço acolhedor, abrasador, que se feche como um escudo protetor, um casulo protegendo a linda crisálida e se beneficiando nesse lindo intercambio, protegida e protegido, numa simbiose perfeita, das coisas feita um para o outro, que se encaixam perfeitamente, combinam. 29.06.2013... Ainda não te conhecia... Aonde é que eu tava garota, quanto tempo eu perdi, rs. Te confessar uma coisa, não tava gostando muito da foto do poema do meu blog, ai vim aqui e encontrei essa, casualmente, otima! Sei de teu bom gosto e seu capricho. Ficará perfeita pra um certo poema. Né de hoje que vem arrasando na poesia romântica hein? RS. Escreve muitíssimo bem! Beijoooss, linda!!!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário