Por vezes...


   
Por vezes só nos resta um papel, uma caneta.
E assim vamos compondo a nossa letra...
Num sonho perdido...                                        
Num lento gemido... num silencioso grito,
Fica meu silêncio nas palavras não ditas... fica meu gemido nos sentimentos não vividos...
Ficam minhas lágrimas em cima do papel... fica o suor de minhas mãos na caneta
Fica o meu amor em minha letra...

E no silêncio da noite nascem as letras incontidas... meu coração cisma em ser um poeta.
Mas, minha alma teima em ser correta... e fico em meio à essa luta.
Entre razões e emoções... nascem inspirações.

E, entre todo esse dilema...
Escrevo mais um poema.

Nanda Olliveh

Comentários

  1. Li o teu poema, entendi
    De de papel e caneta na mão
    Gemido e sonho perdido em ti
    Percebi que o teu apaixonado coração
    Dentro do teu peito guardado não o vi
    Por amor, não o faças mais sofrer não!
    Faz-lhe toda a vontade
    Ele merece com certeza
    Abre a porta à felicidade
    Mostra a tua beleza
    Deixa toda ela em liberdade
    Escreves com inspiração,
    Não deixes dos teus olhos caírem lágrimas
    Guarda para recordação
    Depois leres estas minhas para ti
    Simples palavras!

    Boa quinta-feira e um beijo
    Para ti amiga Fernanda Oliveira.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... e vai o Edu a acalentar, dos corações sofridos os gemidos colher. Trazendo em palavras conforto, como se fosse missão,levando encanto e magia alegrando coração...

      Excluir
  2. E deixou em lindas palavras,mais um poema lindo de viver!Parabéns!

    Bjs Feranda.
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. LINDA , adoro tuas poesias! beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Olá, querida!
    E assim nasce mais uma linda poesia.
    Adorei.
    Obrigada por seu carinho em meu blog.
    De inspiração para inspiração.
    De mim para você... beijos.
    Lis

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Amiga Fê
    Encontrar o equilíbrio entre a razão e a emoção é um dilema.Não sei quantas. Sei que a gente perde tempo com isso e o coração, não para de sangrar...
    Meu carinho pela sua visita
    Boa noite
    BeijoS

    ResponderExcluir
  6. E que poema minha querida! Se todos os seus dilemas forem tão inpiradores como esse vamos glorificar os dilemas rsrs. Lindoooooo demais filhota!
    Beijos de avelãs
    Gracita

    ResponderExcluir
  7. Estou passando matando saudades!!
    Uma vez mais tive que me ausentar
    retorno com alegria sempre .
    Deus faz sempre o melhor para mim
    tristeza e dor ele transforma em alegria.
    Desejo de todo coração
    um abençoado e feliz final de semana.
    Minha linda afilhada seu poema é puro amor
    tem rima tem cor perfume de rosas vermelhas.
    Eu te agradeço pelo seu carinho
    muitas benção de Deus na sua vida.
    Amada estarei sempre a te esperar
    sinto saudade da sua voz de menina.
    Beijos meu carinho afilhada,Evanir..

    ResponderExcluir
  8. Olá,Nanda!

    Linda sua poesia, sua inspiração!!!
    Aos olhos do poeta, tudo vira poesia!
    *Obrigada pela visita!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Fê
    Vc é boa demais com as palavras! "silencioso grito". Fantástico!
    Bjos.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde, Fernanda. Te vi em um grupo no face e resolvi conhecer o seu espaço.
    Parabéns, poemas tocantes vindos da alma.
    Essa poesia sua é muito boa, a madrugada faz aflorar o poeta em nós mais delicadamente e ao mesmo tempo com uma imensa força não conseguindo ser vencido por nada mais.
    Deixamos a nossa alma falar entre questionamentos e sentimentos.
    Já sigo o seu belo espaço.
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  11. Como é Alindo ler esse poema no silêncio da noite contido, seus mais puros gemidos. São momentos intensos e únicos e tão nossos, que só Deus sabe a nossa dor e quantas letras estão escritas e até contida, na luz do dia disfarçadas em meio sorrisos, trazendo no peito apenas o silêncio....que só DEUS entende....ameiiiiiiiiiiii o poema.LINDOOOO.

    ResponderExcluir
  12. Sentimentos...emoções...desejos em palavras, um poema.
    Lindo Fernanda..parabéns.

    ResponderExcluir

Postar um comentário