15 de abril de 2013

(Poema Declaração) Acalanto


... Não pense que lhe esqueci... na verdade acabei gostando mais do que pretendi...
Foi assim sem querer... sem perceber...
Quando dei por mim... em você eu havia me prendido...
Como quem não queria nada você chegou... e então...
Quando vi você já estava compondo versos românticos para acalentar meu coração
E não teve jeito...
Ascendeu a paixão, me trouxe emoção...
Nasceu um dueto... nasceu inspiração...
Amor e paixão... 

Você fez-me acalantos, e por não poder estar com você...
Veio-me o pranto...
Noites em que lhe tive em meu pensamento...
Manhãs em que já acordei com você aqui dentro...
Convidando-me para amar...
Chamando-me pra no seu mundo viajar...
Você disse-me que o amor é uma viagem... É verdade...

O amor é um  mundo que só quem ama intensamente viaja...
Viaja na paixão... viaja na emoção...
Viaja nos desejos...
Viaja no companheirismo... viaja no lirismo...
Viaja nas fantasias... viaja na alegria...
Viaja na intensidade... viaja na lealdade...
 Viaja na felicidade...
Sem querer retornar a realidade.

E eu viajei...
Nos seus desejos, querendo provar o sabor dos seus beijos...
Viajei...
Querendo lhe sentir por inteiro...
Querendo sentir o seu cheiro...
Viajei...
 Ansiando por querer sentir o seu tocar...
Ansiando por você me amar...
Viajei...
Querendo estar em seus braços...
Sem nem mesmo saber como é...
Mas no amor e na paixão que em mim você despertou
 Pus a minha fé...

Sonhei se um dia lhe encontraria...
É acho que viajei mas do que devia...
Não pense que lhe esqueci...
A verdade é que quando você chegou em meu mundo...
Eu já tinha o meu mundo definido...
 Mas não nego...
E lhe digo que o que sinto por você...
 É puro e muito bonito...
Ah, são tantos porquês...
Agora tentando me recompor sigo...
Chora meu coração...
E as lágrimas escorrem pelos dedos nessa composição...
Intensidade que me invade...
Deixando-me em versos de amor, paixão e saudade.

Nanda Olliveh

5 comentários:

Bell disse...

lindo post =)

Ives disse...

Olá! Sempre com lindas poesias, srta! abraços

edumanes disse...

Tanto amor, tanta ternura
Tanta felicidade desperdiçada
Tanto medo de uma aventura
Tanta gente no mundo sem ter nada.

Teu poema Fernanda
Escrito com muita inspiração
E o amor por onde anda
Não deixes que abandone o teu coração.

Não permitas que a tristeza
Dele tome canta
Abraça a tua beleza
Que em teu corpo tens tanta.

Afinal gostas mais
Do que pretendias
Ir embora, não deixais
As tuas alegrias.

Tão apaixonada te imagino
Da maneira como escreves
Que seja feliz o teu destino
Tu Fernanda bem mereces.

Boa terça-feira e um beijo
Para ti amiga Fernanda Oliveira.
Eduardo.

Felisberto Junior disse...

Olá!
Amiga Fê
muito lindo mesma.
Recebo a carícia dos teus versos
Fazendo harmonia nos meus arrepios
E sinto os ventos da tua voz. Parecem zunir e tudo seria perfeito... se não fosse somente um “detalhe”que me chamou a atenção em seus versos:chegou na hora errada? Se estas soluções não existirem, ou seja, se estar junto neste momento realmente for impossível, talvez seja interessante a viabilidade da relação acontecer em outro momento, ou mesmo de outra forma. Não há respostas certas ou erradas aqui, e o importante é que conversem e tentem chegar a um acordo...
Meu carinho
Boa terça feira
BeijoS

Luciana Souza disse...

Oi Fê
Lindo poema! Que dueto, o amor e a paixão! E como é bom viajar por esse caminho! Tem um selinho para ti lá no blog, caso queira.
Bjs.

Visitantes.

Marcadores.

Poema (196) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.