10 de abril de 2013

Me perdi

Me perdi na música que dançava
No poema que escrevia,
Na rua em que morava.

Me perdi na vida sozinha
No medo de cair
No querer que não tinha.

Me perdi onde me encontrei
No sonho delicado
Naquele que menos esperei.

Me perdi na madrugada
Na noite quente
Na manhã gelada.

Me perdi ao demonstrar
No querer partir
No querer ficar.

Me perdi por querer
Por deixar partir
E ter que esquecer.

Me perdi de mim mesma
Nos sonhos, nas ilusões.
Me perdi por inteira
E também vários corações.
Juliane Bastos

3 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

BELO DIA MINHA MENINA LINDA !
QUE ESCOLHA FENOMENAL VC DEIXOU AQUI...POEMA LINDO E MANEIRO...
BJSSSSSSSSSSSSSS

Felisberto Junior disse...

Olá!

Parabéns pela escolha.
...contanto que seja achado no final,tudo pode ser perdido...
Boa quinta feira
Beijos

SIMONE PRADO disse...

E VAMOS POR AI NOS PERDENDO QUERENDO NO INTIMO SE ENCONTRAR, VISUALIZANDO O CÉU E AS ÁGUAS DO MAR... BELÍSSIMO POEMA...

Visitantes.

Marcadores.

Poema (196) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.