26 de março de 2013

Noite fria...

A lua contou-me segredos de nós dois...
Coisas que só ela contemplou...
Como a primeira vez em que você me amou.

Lembrou-me da nossa primeira noite de amor...
Contou-me que na noite em que nos amamos...
Em que você prometeu que nunca iria me deixar,
Contou-me do brilho que havia em seu olhar...

Contou-me que você segurava em minhas mãos
E que grande foi a sensação, a paixão...
E no final ela perguntou-me porque nos separamos
Se nos amamos...
Há explicações para dois corações que se amam se separarem?

Corações partidos...
Tornando as noites frias...
Como se tanto sentimento havia?
Ah, era tudo fantasia?
Minha fantasia...
E o que me resta hoje é só uma fotografia.

O que me resta hoje é só a nossa canção...
A sua composição, que ainda soa viva dentro do meu coração.
Mas como foi que tudo acabou?
Na verdade nem começou...
Ilusão somente...
De um coração descontente...

Na verdade tudo não passou de uma fantasia...
E hoje com o coração partido
Tento sobreviver a está noite fria.

Há explicações para dois corações que se amam se separarem?
Perguntou-me a lua mais uma vez...
E em silêncio... Eu fiquei...

Sentindo as dores do meu coração partido...
Apenas sentindo as lágrimas do meu rosto caindo...
Calei-me.

Nanda Olliveh

3 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

Lindo amanhecer são meus desejos!!!!!!
Grande inspiração com a leveza do amor...
bjsssssssssssssssssssssss

Élys disse...

Uma poesia que retrata um acontecimento triste, mas que muito acontece. A esperança deve, sempre, ser mantida acesa no coração.
Beijos.

Rita disse...

Que bonito minha alinda amiga
palavras carinhosas e vc sabe como deixar
mais bonito e romântico, acende o amor né sempre
Tenha uma bela noite com bons sonhos
Bjuss
Rita!!!

E por falar nosso ta sumidinha d meu Cantinho rsrsrsr

Visitantes.

Marcadores.

Poema (198) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.