25 de fevereiro de 2013

Mar de Felicidade!

Vi posto diante de mim um Mar...
Com os pés na areia diante dele, fiquei a observar...

Vi quando as ondas vieram em minha direção,
Convidando-me
A mergulhar na imensidão do grande mar.

As ondas começaram a dizer-me:
Entre eu sou o Mar de Felicidade!

O Vento começou a sussurrar em meus ouvidos...
Não tenha medo de ser feliz, vá entre...
Você será feliz!

Neste dia o sol brilhava muito forte,
Eu olhava para o céu e as nuvens brancas pairavam
Quando de repente avistei o arco-íris,
Sempre tão colorido...
E o meu coração exclamou: Que dia lindo!
Um belo dia para mergulhar, se refrescar, se renovar...

E também me dizia:
Vamos mergulhe no Mar de Felicidade!
E diante de tantos pedidos...
Até me deu vontade!

Mas em um dado momento temi a dar um passo
Dei um passo para trás,
E neste instante ouvi uma voz que soou nos céus
 E de repente quando me vi,
Eu havia dado um passo à frente,
E senti quando ás águas molharam meus pés
Senti uma sensação muito intensa,
Meu coração acelerou,
E a voz continuava a ecoar nos céus,
O vento começou a soprar em meu rosto
E a voz me disse:
Eu te crie te chamei...
Fiz-te a minha imagem e semelhança...
Eu sou o todo Poderoso!
Em minhas mãos está todo o vencer,
Diga filha: Chorar pra quê?
Sorria para este mar
E nele comece a mergulhar,
Se for preciso afogue-se nele.
Vejo a aflição do teu coração,
Mas amo-te!
 E lhe estendo minha forte mão.

Nesse momento comecei a correr, adentrei no mar,
Olhei para o alto dei um sorriso e disse:
Abro os braços para a felicidade!
De corpo, alma e coração...

E comecei a repetir e repetir e foi crescendo a minha vontade...
E quando dei por mim...
 Eu havia mergulhado
No ''Mar de Felicidade''

Agradeci a voz que soou como um som de muitas águas,
Uma voz de autoridade...
Tão potente, mas ao mesmo tempo tão serena e amorosa.
E digo:
Sua voz Deus eu quero pra sempre escutar.
Mesmo quando as circunstâncias da vida
Quiserem me abalar,
Segure em minhas mãos
E no ''Mar de Felicidade'' faça-me mergulhar.

Fernanda Oliveira

4 comentários:

edumanes disse...

Me diz onde poderei encontrar
esse mar de felicidade
nas braços de uma sereia
a amar em liberdade.

Do raminho de Oliveira
Apanhei uma azeitoninha
Com amizade verdadeira
Gosto de ti moreninha!

Me convidas para mergulhar
Só se for nos teus braços
Posso ir ao fundo e não voltar
Fico sem os teus beijos e abraços!

Do afugamento me salvaste
Com respiração boca a boca
Porque comigo mergulhaste
Num aventura muito louca.

boa terça-feira
e um beijinho
para Fernanda de Oliveira
Com muito carinho,

Eduardo

Gracita disse...

Oi filhotinha amada!
Neste mar de felicidade também quero mergulhar e se possivel me afogar neste mar de amor pleno. Lindo e emocionante!!!!! Vim te oferecer um selinho em reconhecimento ao belíssimo trabalho que realizas aqui em tua página. Sinta-se à vontade para aceitá-lo ou não. http://gracitamensagens.blogspot.com.br/2013/02/selinho-lindoooo.html
Beijinhos com carinho
Gracita

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite minha querida !!!!
Poema lindo !!!!
Penetrando neste mar de felicidade é o mesmo que sugar o néctar do amor...
bjsssssssssssssssssss

Verinha Portella disse...

Olá,sobrinha querida!
Fernandinha..que belo poema.

Parabens
um abraço
vera portella

Visitantes.

Marcadores.

Poema (196) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.