29 de outubro de 2012

O por quê...


Às vezes é tão difícil de entender, proceder...
De sempre ter medo do viver...
E fica- se, perguntando sempre o por quê.
O porquê disso, o porquê daquilo...
O por quê de tudo.
Às vezes nos parece que algo está em oculto,
E sempre se cogita o futuro,
Que às vezes parece ser incerto.

O importante é acreditar,
Que tudo certo será,
E, em meio a tudo isso, sonhar...

O importante é acreditar,
No que na verdade ainda não há.
Portanto só se pode imaginar...
Que um lindo futuro se revelará.

Enquanto isso...
Admiro os pássaros á cantar.
Ouço lindas músicas,
Viajo em sua sinfonia,
Admiro suas lindas rimas...

Sinto o perfume das flores...
E até o que na vida é preto e branco,
Enxergo cores...
E nas asas da imaginação, continuo a viajar.
Pois certo é, que todos os meus sonhos,
Hão de se concretizar.
É só o momento certo aguardar.
                     
Nanda Olliveh

10 comentários:

Angela disse...

Sonhos precisam ser realizados, e dar espaço para novos, sempre.
Lindo.
Beijos

✿ chica disse...

Questionamentos lindos e o momento certo sempre chega! beijos,linda semana!chica

Pedro Luis López Pérez disse...

La Vida es Sueño y los Sueños Vida son. Seamos persistentes y tenaces...Así seguro se cumplirán.
Belleza de Poema.
Un abrazo y beijos, Fernanda.

edumanes disse...

No porquê
Fico a pensar
Porque o pergunta você!

Se não sabe talvez
Não fique com a dúvida
Pergunte outra vez!

Sem dúvidas talvez
Seu poema escreveu
Sabe com certeza por que o fez
Com saudades dos bons momentos que já viveu!

Belos terão sido
E continuam a ser
Do passado não esquecido
No futuro melhor acontecer!

Boa segunda-feira para você,
amiga Fernanda Oliveira,
beijinho
Eduardo.

Dilmar Gomes disse...

Amiga Fernanda, encontrei neste poema um show de poesia, beleza e magia. Uma maravilha. Um abraço. Tenhas uma linda semana.

Anne Lieri disse...

Que bonita sua poesia,Nanda!E excelente msg de otimismo sempre!Adorei!bjs e meu carinho,

SIMONE PRADO disse...

Lindo texto miga. Ai de nós se pararmos de sonhar, de levar a poesia, de crer, de ter Fé, de esperar...ai de nós. Os dias perderiam seu gosto, seu sabor...e quantas vezes nos sentimos assim meio vazias apesar de sabermos que há um Deus que cuida de nós. Tantos porquês, que nem precisam respostas, pois muitas delas não estamos prontos pra receber. Um dia eu cobrava tanto de Deus, que a solução que Ele me deu não foi a que eu esperava, doeu muito, mas até na prova sabemos que Ele está lá. Procuramos dentro de nós atalhos de regeneração, de caminhos que nos levem novamente a segurança interior. Nunca vamos entender os mistérios e suas definições...apenas sabemos que o Senhor está ai e aq e em todo lugar. bjim...gostei muito do texto.

Evanir disse...

Lindo poema doce amiga.
A vida é cheia de porque sempre.
Amada só hoje venho dizer confirmei na conta hoje obrigada
esta sim o deposito dos dois livros.
Deus abençoe vc pelo carinho feliz semana beijos no coração,Evanir.

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Fernanda!
Concordo sim, que há coisas (algumas) assim..., que não precisamos entender, mas apenas aceitar...porque com certeza o momento certo chegará...
Obrigado!
Boa semana!
Beijos

Daniel Costa disse...

Fernanda

O interessante poema roda em torno de um motivo só, mas muito contundente.
Sobre a segunte verdade: acreditar é preciso, para tudo é sempre preciso acreditar. Essa é a via certa.
Beijos

Visitantes.

Marcadores.

Poema (198) Frase poética (64) Meus Textos (21) Conto (10)

Amigos do Blogger.

Translate.