Liberdade


Quero ser livre...
Hoje senti uma grande vontade de correr pela grama.
Escalar a mais alta montanha...
Sentir o vento vindo em minha direção, fazendo pulsar mais forte meu coração...
Sentir o sol beijar meu rosto, fazendo-me esquecer dos meus desgostos...

Quero atravessar os rios, provar das suas águas, me sentir curada...
Curada dos meus desalentos, dos meus tristes momentos...
Quero navegar oceanos, me distrair em seus segredos,
Entregar-me aos seus mistérios,
Descobrir-me enfim...
  
Descobrir a coragem que existe dentro de mim, andar nas suas ruas 
Livre das minhas próprias censuras...
Quero ser livre dos meus medos, dos meus egoístas receios...
Que me impedem de ousar, criar, me libertar, voar...

Quero ser livre, de tudo aquilo que me aprisiona,
Causando em meu ser uma paralisia errônea.
Preciso pelas ruas da coragem correr.
Gritar!
Chamar por coisas maiores...
Quero ser tudo que posso ser, ter tudo que posso ter,
Sem temer...
  
Quero ser livre...
Livre das minhas antigas dores,
Livre das coisas que são só por um momento,
E que impedem meus movimentos.


Não, não... 
Não quero mais ser escrava de temores, temer a maus rumores...
Não quero ser como um pássaro escondido, com medo de ser atingido por um caçador sem temor.
Não, não...
Preciso voar, lugares mais altos alcançar...
Quero ser livre!
  
Quero ser livre dos meus 'mas'
E acreditar que sou capaz!
Eu quero ser livre.

Nanda Olliveh   

Comentários

Postar um comentário