O inverno da vida

Acredito que tudo isso vai passar...
E tudo irá melhorar...
Quando eu menos, esperar...
Minha alegria voltará...
Minha luz voltará a brilhar...

Tudo que está em cinzas,
Tornará a ter vida.
Essa tristeza que hoje sinto em meu coração...
Terá fim,
E enfim...
Tudo se tornará novo em mim.

Há momentos em nossas vidas de grandes alegrias,
Dias de verão...
Onde tudo é muito quente,
Dias que o sol brilha...
Onde só alegria se respira.

Mas há momentos em nossas vidas de tristezas, anseios.
Receios...
Dias de inverno...
Onde tudo é muito frio
Dias em que a chuva cai...
E, à tristeza nos atrai.
E então procuramos nos distrair...
Vamos à casa de um amigo(a)
Conversamos, rimos...
Recebemos carinho...
E por alguns momentos parece que aquela dor se distancia de nós...
Mas logo após...
Quando esses momentos passam...

E às vezes sabe o caminho da felicidade,
Mas parece que não conseguimos trilha- ló,
Por algum motivo...
Parece que perdemos o incentivo.
O caminho está ali a nossa frente...
Mas para se chegar lá, do nosso esforço depende.
Entende?

Mas acredito sim...
Que toda essa melancolia,
Tornar-se-á em alegria.

É preciso olhar para cima,
Não importa o clima.
Se é verão,
Se é inverno,
Sim...
Ser feliz então espero!

Dificuldades surgem,
Sentimentos se difundem, dentro do coração,
E nos deixam, tantas vezes, sem ação.

Mas, contudo, ainda há esperança para uma árvore cortada.
Ainda há esperança para um coração que tantas vezes foi ferido...
Sim, acredito! Que para ele, ainda haverá dias floridos.
Em que pulsará, em ritmo de alegria...

Dias em estará aquecido de tanto amor,
Que não se lembrará de, mas, dessa tão grande dor...
Desses dias de desamor.

E será tão colorido,
Como a mais linda, flor!

Pois hoje, parece estar desacreditado, parece que ser feliz...
Tornou-se algo inacreditável!

Coração triste, rosto triste...
Isso se transparece lá no fundo do olhar...

Li uma frase, que dizia:

''Que os olhos são a janela da alma''.

Então hoje invento minhas frases.

''Alma triste,
Olhos tristes''

''Alma triste,
Voz triste''

''Alma triste,
Pensamentos tristes''

Mas, contudo isso,
A respirar os pulmões insiste...

Então se ainda posso respirar,
Posso ainda sim, na felicidade acreditar...
Se desse milagre divino desfruto ainda,
Então porque não olhar para cima?
E crer que de toda essa tristeza e incerteza,
Meu coração será liberto,
Pois sinto dentro de mim,
Tudo muito incerto...

Mas porque não olhar para as vitórias já conquistadas,
E se alegrar?
E nisto pensar,
E esquecer todo esse pesar...

Dias de verão,
Dias de inverno...

Dias quentes,
Dias frios...

Dias alegres,
Dias tristes...

Mas, contudo vivo...
Pois ainda respiro.

Nanda Olliveh

Comentários

  1. Respostas
    1. Obrigada minha querida, meu coração se alegra sempre, com sua visita e seus carinhosos comentários...bjs!

      Excluir

Postar um comentário