A arte de ser Poeta

Eu acredito que uma das piores coisas para um Poeta
É quando lhe falta inspiração.
Sabe aquele dia...?
Se pega um papel em branco e busca, preenche-lo,
De lindas palavras, frases rimadas.
Mas sabe que Poeta que é Poeta,
Até a falta de inspiração, lhe inspira a escrever?
E nesse decorrer, uma  poesia pode nascer.
Muitas coisas inspiram um Poeta,
Palavras, situações, canções...
A lua, as estrelas, o céu, o mar...
Essa é 'A arte de ser Poeta'
Faz poesias até da sua tristeza,
E de suas incertezas.
Dos seus medos,
E até dos seus anseios.
Do seu viver,
E até do seu sofrer.
Finge que sente os sentimentos que escreve,
Também finge que não está sentindo os sentimentos que está a descrever.
Ao escrever sobre o amor, diz que ele não traz dor,
E esquece que amar é quase um ardor.
A palavra saudade sempre lhe traz inspiração,
Difícil é quando realmente está a senti-la em seu coração.
Mas então; isto também lhe serve de inspiração.
(Riso...)
Realmente cheguei à conclusão que ser Poeta é viver,
Entre a razão e a emoção.
Pra ser Poeta tem que ter um coração quente,
E ás vezes até descontente.
Para um Poeta todo sentimento é válido,
Amor, paixão, emoção...
Desamor, ardor, e até, sentimentos, incolor.
E quando lhe falta um amor...
Nossa! Isso o inspira a poemas melancólicos,
E isso me parece bem lógico!
Mas até assim ele consegue ainda encontrar palavras,
E frases rimadas.
E quando está com seu amor,
Então ele escreve desenfreadamente, a caneta lhe serve como um trator.
Passa por cima de um papel em branco,
E escreve lindas poesias de amor.
E se o coração está assim tão apaixonado,
Nossa! Nada então sai errado.
Pois tudo que precisa estar ali do seu lado.
Um amor, um papel e uma caneta,
Então essa é 'A arte de ser Poeta'
Vive, revive, escreve se descreve...
Sempre inventando, reinventando...
Ele vive como se estivesse em um balanço,
Em pleno o céu,
Nas nuvens...
E á  razão às vezes resiste,
Só para naquele momento escrever a emoção,
Que está a borbulhar dentro do seu  coração.

Então essa é 'A arte de ser Poeta'
De sentimentos  em sentimentos seus escritos se completam
Com palavras ás vezes tão sábias e ás vezes palavras tão desesperadas.
Então em minha pouca sabedoria ainda em descrever o que é  'A arte de ser Poeta'
Descobri  realmente, que 'A arte de seu Poeta'
É  um lindo, e emocionante dom.
E então es a questão.
De ser Poeta,
Ou não...
Pra ser poeta tem que ter o dom.
Decido então,
Viver entre a razão e a emoção,
Porque dentro do meu peito... bate um quente coração.        
                                            
Nanda Olliveh

Comentários

  1. Olá nanda, fico muito feliz em ver a cada manhã Deus te capacitando e te dando esses talentos, a qual outrora vc não sabia q tinha. O meu desejo é que Deus te abençoe cada dia mais em nome de Jesus.. sou fã Nº1.rsrsrs. bjokas!

    ResponderExcluir

Postar um comentário